Pegadas N'areia

Janeiro 14 2010

 

Sabes, ando a contar os dias que consigo ficar sem te ver, sei que nunca são muitos, mas faz-me tão bem acreditar que consigo viver sem ti, mesmo que apenas por alguns dias. Sinto saudades tuas na mesma, penso em ti do mesmo jeito, mas de outra forma, a distância, sem querer, acaba mesmo por nos afastar e talvez seja essa a única forma de eu acreditar que consigo estar sem gostar de ti, enquanto não te vejo acredito, mesmo não passando de uma rude ilusão, que deixo de gostar de ti.
Hoje, não sei porquê, acho que todos os outros têm razão, que talvez fosse mais feliz sem ti, sem tudo o que me fazes sentir... também não sei porquê, não te consigo explicar bem, desculpa!
Mas sabes, fico triste tão comigo, porque quando consigo contar mais um dia sem te ver, não sei porquê, tu apareces e fazes alguma coisa para que eu não deixe de gostar de ti, não é que alguma vez tivesse deixado de gostar, mas é estranho como sentes o meu afastamento e fazes alguma coisa para eu acreditar que pode tudo voltar ao antes. Eu, ingénua, mais uma vez acredito e sonho, talvez seja mesmo esse o meu problema, sonhar que as coisas possam vir a ser como antes, porque a verdade é que depois sentes que estou para ti e voltamos a deixar de fazer sentido por culpa dos dois e isso deixa-me... não te sei bem explicar mais uma vez, mas acho que deve ser aquilo que também sentes, assim é mais fácil explicar!
Olha não fiques preocupado, amanhã sei que vou voltar a acreditar em ti e achar que são todos os outros que estão errados, mesmo que no mais intímo de mim saiba que é apenas a minha ilusão que está a tomar conta do meu pensamento.
Mesmo assim, Gosto-te.
publicado por PegadasN'areia às 13:17

mais sobre mim
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13

18
20
22

24
25
26
29
30



pesquisar
 
Pegadas por aí

Contador web
blogs SAPO