Pegadas N'areia

Março 12 2010

                  

 

Vi esta imagem e lembrei-me de ti... parecemos nós, tão iguais e achamos ser tão diferentes. Queria partilhar isto só contigo, mas como criei a ilusão de não te querer mais, escrevo na vã tentativa de assim te afastar da minha cabeça e acreditar que posso ser eu sem ti. Gosto-te*

publicado por PegadasN'areia às 22:14

Março 09 2010

  

 

           "Não te quero mal, simplesmente não te quero mais"

publicado por PegadasN'areia às 20:50

Março 07 2010

                                 

 

                                                                                 Acabou.

publicado por PegadasN'areia às 17:50

Fevereiro 24 2010

Estás feliz? Fala-me. Estou aqui para te ouvir!

 

 

publicado por PegadasN'areia às 21:37

Fevereiro 18 2010

Hoje apetece-me estar contigo. Acordei a pensar em ti e não saiste mais da minha cabeça. Nos outros dias também quero estar contigo, mas hoje quero ainda um bocadinho mais, mas também não te sei explicar muito bem porquê. Hoje também falei de ti e sorri e fiquei feliz com isso. Às vezes acho mesmo que as pessoas te conseguem ver dentro dos meus olhos, no meu sorriso, não te sei explicar esta parte muito bem, mas sinto que tu estás dentro de mim e sou feliz assim, sou mais eu quando sinto que tu estás comigo.
Sabes, apetece-me tanto olhar para ti e ficar assim, ver-te sorrir, tocar-te enquanto te deixas levar pelo sono e ficar assim muito tempo a ver-te dormir e é tão bom ver o teu sorriso quando abres os olhos ainda meio ensonado, és sempre tão bonito, tão perfeito.
Só não gosto muito quando estamos assim, tu com a tua birra, eu com a minha!! Eu gosto tanto de ti... mas gosto mesmo de verdade!
Só quero que saibas que gosto-te cada manhã um bocadinho mais, que gosto-te como a borboleta nasce da lagarta... GOSTO-TE muito, muito!
publicado por PegadasN'areia às 21:21

Fevereiro 12 2010

 

Laisah, a minha melhor amiga desde que me conheço!

 

Quando eramos pequenas lembro-me que num dos dias ela não foi à escola porque lhe doía a barriga. Como eramos mesmo amigas, achei que devia dizer à minha mãe que também me doía a barriga e assim ela já não ficava sozinha e até podiamos brincar. Tudo teria sido perfeito se eu depois não tivessse ficado mesmo com dores de barriga nessa tarde. Talvez quando a amizade seja pura soframos quando o outro também sofre, afinal no outro dia estavamos as duas na escola!! Amizade pura*
...
Ela também me está sempre a dizer o que eu sei, mesmo antes de eu o saber ou dizer e também me obriga a fazer coisas que eu nem sempre quero, mas que acabo por fazer, porque faz-me acreditar que é o melhor para mim e para dizer a verdade acho que é mesmo!!
Gosto-te (eu sei que dizes que esta palavra é muito má, foi por isso turu ru ru.... blhec blhec oh sua lesma gosmenta e bichinho da seda).
publicado por PegadasN'areia às 21:32

Fevereiro 02 2010

 

 

 

 

Porque esta poderia ser simplesmente a minha história.

 

"Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
“quebrei a cara muitas vezes”!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi, e ainda vivo!
Não passo pela vida…
E você também não deveria passar!

Viva!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é “muito” pra ser insignificante."

Charles Chaplin

 

 

 

Gosto-te*

 

publicado por PegadasN'areia às 20:40

Janeiro 31 2010

 

                           
 Hoje é um daqueles dias em que só sinto vontade de elogiar-te e contar a todos as coisas bonitas que vejo em ti, não sei se eles também as vêem, mas como gostava que todos soubessem tudo o que há de mais bonito em ti, por isso decidi escrever-te... de verdade nunca encontro as palavras certas, talvez porque não as ache suficientemente boas ou as certas para ti.
Gosto-te cada dia mais sem saber como ou porquê, mas acho que isso também não interessa, o mais importante é que gosto de ti dia e noite, acordada e a dormir, em sonhos e na minha triste ou demasiada alegre realidade, gosto-te sempre!
Mas disse que ia escrever-te por isso estas palavras são para ti...
Quero que saibas que gosto mesmo de ti, não me importo se me repito muitas vezes, na verdade acho que nunca é demais dizermos a alguém que lhe gostamos, mesmo que só o saiba porque nos lê.
Também gostava que soubesses que todos os dias me lembro de ti e quando não o faço acordada, lembro-me a dormir, nos meus sonhos. Também não sei muito bem porque gosto tanto de ti, achava importante saber e descobrir porquê, mas talvez só o tempo possa dar lugar a essa descoberta, quer dizer, há coisas que sei que gosto em ti e outras que não gosto, mas assim tanto não entendo muito bem, mas sei que sem os teus defeitos eu também não gostava de ti, acho que aprendi a aceitá-los e a gostar mesmo muito deles.
Gosto muito quando sorris, ficas tão bonito e também gosto muito quando olhas para mim, fazes-me sentir tão especial... também gosto muito das tuas mãos (eu e a minha mania de reparar nas mãos das pessoas!!!), mas mesmo que tivesses umas mãos feias eu ia gostar de ti na mesma, se fosse outra pessoa já não ia gostar, ia criar mil defeitos só para não lhe gostar.
Se soubesses como és importante para mim, acho que se soubesses era tudo...
Olha não faz mal, tu és assim e eu sou desta maneira e o mais importante é que gosto mesmo de ti e nunca te soube dizê-lo, envergonho-me e por isso peço-te desculpa, na verdade sempre te achei melhor que eu porque, apesar do teu jeito, sempre me soubeste fazer sentir especial e eu nunca te soube fazer senti-lo, apesar de o saber que eras mais que qualquer outra pessoa, só não consigo perceber muito bem esta última parte, talvez os meus defeitos, sempre maiores que os teus, não me tivessem deixado mostrar-te.
Agora escrevo-te palavras que por vezes não fazem qualquer tipo de sentido, que servem apenas para que alguém as leia e me diga que deves ser especial de verdade e eu penso... tu consegues senti-lo?? Não?!?! Então nada disto faz qualquer tipo de sentido, então deixa de ser importante que os outros gostem, faria todo o sentido se sentisses apenas que todas estas palavras são para ti, que cada uma é escrita a pensar em ti, que arrependo-me por não te ter sabido mostrar quando o permististe e por isso deixo-te apenas com um GOSTO MUITO DE TI na esperança que o leias e que o sintas, mesmo que pela primeira vez, que é para ti!
P.S. – Gosto de te olhar. A outra noite estavas tão bonito.
 
 
publicado por PegadasN'areia às 19:28

Janeiro 28 2010

 

Gosto muito de ti Principe*

publicado por PegadasN'areia às 20:31

Janeiro 27 2010

                                                                                                                                                                                    

  

Gosto-te cada dia mais e mais.

Um dia ainda vamos ser muito felizes, eu sei que sim!

Saudades de te ver daqui até ao céu (para os outros, dois dias pode não ser muito, para mim é tantoooo tempo!!).Gosto-te muito, muito, muito!

   

 

                                  

publicado por PegadasN'areia às 21:52

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO